Helena Arcoverde

E a antiética deita e rola

Posted in Crônica by helenarcoverde on 07/03/2013

As inteligências, neste país, são punidas. Atualmente esse processo, que sempre existiu, tem sido intensificado por meio das organizações públicas. Evidente que em muitas delas funcionários éticos e cônscios de seu dever para com o cidadão não deixam que o principio de igualdade – existem outros mas refiro-me a este especificamente, seja quebrado.  As organizações nunca estiveram tão vulneráveis. Se cidadãos comuns são prejudicados, em especial aqueles possuidores de maior criticidade,  outros, conforme o dito popular, “deitam e rolam”. Em nome da fidelidade a  ideologias caquéticas a “sujeira nem precisa ser posta debaixo do tapete”. Afinal, quem vai se meter em ninho de cobra? Quem não se cuidar correrá o risco de ficar “só com a roupa do corpo”. Own, minhas roupinhas são tão lindinhas. “Sorry mommy” se pequei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: