Helena Arcoverde

Fotografia 2014

Posted in Fotografia, Uncategorized by helenarcoverde on 29/03/2014

hel

Fotog 2014

Posted in Fotografia, Uncategorized by helenarcoverde on 29/03/2014

 

hel oculos

Que paisinho

Posted in Crônica, Uncategorized by helenarcoverde on 07/03/2014

Por Helena Arcoverde

 Um país como o Brasil talvez nem precise tanto dos  indicadores econômicos para revelar a extrema fragilidade que permeia todas as suas atividade, em especial as da área econômica. Os índices descambam em um país em que Che – na academia – se mistura ao estudo de teorias que deságuam no mesmo buraco. País que transita entre a ambição capitalista e o culto ao socialismo, o Brasil é um burocrata que emperra com regrinhas e anseios academicistas seus negócios, organizações e políticas públicas. É uma infestação que impede, em muitos casos, a escolha do profissional adequado. Com formações especialmente teóricas, os cursos de  pós-graduação stricto sensu são o caminho mais rápido para chegar a um mercado (em especial o do âmbito público) sem norte, em que as instituições educacionais de maior prestígio e a política ditam as regras até dentro de boa parte dos setores de RH. Coisas de “Nação” em que a demanda por esses cursos é maior do que a oferta, o Brasil perde profissionais com grandes potenciais que – equivocadamente – ao invés de se dedicarem – por exemplo – a cursos de pós-graduação profissionalizante, em que – infelizmente – o Ministério da Educação também “mete a mão” se aventuram em uma formação destinada, principalmente, à docência. Mas, quem se importa de perder grandes talentos quando o objeto de desejo é ser uma academia? Afinal, de um jeito ou de outro – é ela que doura as incontáveis peripécias de como ser capitalista e ter um discurso socialista. Esqueci de ressaltar, essa quase missiva – é crônica, professor? – não é um desabafo. Eu não estou no páreo, até mesmo porque estou tão velhinha. Vou dormir. Que paisinho! É com “z? Ah, antes que perguntem: sozinha. Ainda bem.